De como a cultura e afigura do índio são projetadas a partir de uma literatura "marginalizada"


Abstract


A literatura oral no Brasil confluiu para o desenvolvimento da nossa diversidade cultural. Porém, ainda hoje encontramos uma visão vaga e equivocada quando a matéria se refere à produção oral dos indígenas. Sabendo das dificuldades de tal abordagem, o recorte que fizemos acerca da temática se restringe ao lugar que ocupa a literatura oral, considerada por alguns críticos literatura "marginal" quando comparada à literatura "oficial". Diante disto, pretendemos compartilhar o mundo indígena por meio da literatura, a fim de desconstruir a imagem jocosa que lhes são conferidas. Por isso, partimos dos Estudos Culturais para atentarmos à potencialidade que essas narrativas fornecem à cultura de uma sociedade, ponderando que vivemos num país plural. Nesse sentido, nos valemos da ideia de que as discussões somam-se àquelas que, no campo dos estudos da literatura, valorizam as narrativas orais indígenas como expressão literária e identitária de um grupo social. Mesmo não fazendo parte do cânone é um gênero provocador na literatura contemporânea, uma vez que os ensinamentos estão impressos nas narrativas orais, e são consideradas por aqueles que relatam um espaço para manifestação das práticas culturais. Logo, a nossa intenção é contribuir para uma reflexão a respeito da literatura indígena no cenário acadêmico, com o propósito de que a cultura e as narrativas dos povos indígenas possam ser reconhecidas e consideradas no contexto das relações étnico-culturais e literárias ainda bastante desiguais no Brasil.

Keywords: Cultura; Identidade; Literatura Oral; Literatura Marginal; Comunidade Indígena

Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribuzione - Non commerciale - Non opere derivate 3.0 Italia License.