Autenticidade, necessidade e desencanto no itinerário poético de José Terra


Abstract


Descrevemos aqui, de forma sucinta, o itinerário poético de José Terra. Fundador das revistas Árvore e Centopeia, José Terra representa uma das vozes mais significativas da poesia portuguesa do início da segunda metade do século XX. A sua obra que se insere por completo nas grandes linhas de orientação e preocupações estéticas que marcaram a poesia portuguesa e europeia de então, revela ao mesmo tempo um constante antagonismo entre a expressão lírica do eue a permanente reflexão sobre a necessidade dessa mesma expressão.

Keywords: autenticidade; desencanto; itinerário; necessidade; poesia

Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribuzione - Non commerciale - Non opere derivate 3.0 Italia License.