A manifestação da concordância verbal nas redações do enem de alunos da educação de jovens e adultos – EJA


Abstract


A relação de concordância entre sujeito e verbo, segundo Berlink et al. (2009), é uma relação sintática que não se traduz, necessariamente, na presença de marcas explícitas de concordância verbal. No sistema de concordância do Português Brasileiro (PB), há uma mudança em curso, que não pode ser descrita com base em regras categóricas, tendo em vista a variabilidade com que ocorre na língua (cf. Naro & Scherre, 1998, 2007; Scherre, 2005; Castilho, 2010; Vieira & Brandão, 2011; entre outros). Este trabalho tem o objetivo de verificar, a partir de amostras de redações do ENEM 2012 e 2013, como a concordância verbal se manifesta nos textos escritos de alunos da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Essa verificação é feita de forma comparativa com textos feitos por alunos de ensino regular. Para tanto, inicialmente faz-se um levantamento das estruturas em que há manifestação explícita de concordância verbal e das estruturas que não apresentam concordância verbal manifesta nos textos de EJA; posteriormente, faz-se uma comparação dessas estruturas com as encontradas nos textos produzidos por alunos do ensino regular. A partir desse levantamento, verificamos, ainda, se os padrões de concordância encontrados denotam a tendência de variação apresentada nos estudos supracitados, bem como analisamos a influência do ensino formal na produção escrita dos estudantes. O corpus de análise deste trabalho constituise de 100 redações produzidas por alunos da EJA no ENEM 2013 e de 100 redações produzidas por alunos de ensino regular no ENEM 2012.

Keywords: Concordância verbal; EJA; Ensino regular; ENEM

Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribuzione - Non commerciale - Non opere derivate 3.0 Italia License.