O basileto crioulo das ilhas de Cabo Verde no romance Odju d'agu de Manuel Veiga


Abstract


O objetivo principal do nosso trabalho é propor uma descrição dos traços morfossintáticos e ortográficos de uma das variedades do crioulo kabuverdianu característica da ilha de Santiago. O corpus de exemplos será fornecido pelo romance Odju d'Agu de Manuel Veiga, um texto literário que acrescentará ao nosso estudo uma marcação tipológica e estilística necessariamente especial. Na nossa análise, concentrarnos-emos na descrição das tentativas de uniformização ortográfica do crioulo que, por sua natureza, é uma língua oral. Apresentaremos as vantagens e as desvantagens de três alfabetos propostos para transformar a oralidade na escrita. Além disso, dentro do enquadramento teórico da morfossintaxe de línguas em contacto, concentrar-nos-emos, entre outros, nos processos de expressão das relações de TMA (tempo-modo-aspeto), no sistema dos pronomes e na ordem dos elementos, na concordância entre diferentes partes da oração e na introdução da negação. Pretendemos sistematizar os fenómenos mais relevantes para a morfossintaxe e a ortografia crioula confirmando as teses do próprio autor sobre a existência de regras gramaticais bem definidas.

Keywords: crioulo; Cabo Verde; morfossintaxe; línguas em contacto; ortografia

Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribuzione - Non commerciale - Non opere derivate 3.0 Italia License.